Seja bem-vindo(a)

sábado, 26 de julho de 2014

Alemanha: Campeã na Bola e na Sustentabilidade


A Copa do Mundo chegou ao fim. Os noticiários, as rodas de conversa e o planeta da bola não param de celebrar a grande campeã desta copa, dentro e fora de campo. A Alemanha alternou entre bom desempenho e vitórias convincentes nos gramados com shows fora de campo ao longo de toda a sua estadia no Brasil. Nos noticiários esportivos, a bola da vez é a pequena revolução que o país realizou nas estruturas do futebol desde o fracasso na Copa de 2002,...


Extraído do site  : http://www.autossustentavel.com/

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Jardim do Seridó de luto: Morre Pretinho

20140724-213237-77557363.jpgA política de Jardim do Seridó está de luto com o falecimento do ex-vereador Omides ferreira, conhecido carinhosamente pelo apelido de Pretinho no final da noite de ontem (24) no Hospital do Coração em Natal, onde se encontrava internado. Amigo de longas datas do ex-governador Aluizio Alves, Pretinho  é um dos fundadores do PMDB de Jardim do Seridó.

O velório está acontecendo na sua residência até às 9hs. quando o corpo de Pretinho será levado para o salão da Câmara Municipal.

O sepultamento será realizado na tarde desta sexta-feira (25) no cemitério público de Jardim do Seridó, após missa de corpo presente a ser celebrada na Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

DO BLOG:
A família enlutada, os nossos votos de profundo pesar e o consolo das nossas sinceras orações !!!

Pegava livros no lixo: ex-catador de Brasília conta como virou médico



O dia seis de junho de 2014 é uma data muito importante para Cícero Pereira Batista, 33. É data da sua formatura, quando ele fez o "Juramento de Hipócrates" e jurou fidelidade à medicina. O diploma na tão sonhada carreira foi um investimento de quase oito anos da vida do ex-catador.
Natural de Taguatinga, cidade satélite a 22,8 km de Brasília, Cícero nasceu em família pobre e precisou de muita perseverança para alcançar a formação em uma das carreiras mais concorridas nos vestibulares. Ele só começou a fazer a graduação aos 26 anos.
"Minha família era muito pobre. Já passei fome e pegava comida e livros do lixo. Para ganhar algum dinheiro eu vigiava carro, vendia latinha. Foi tudo muito difícil pra mim, mas chegar até aqui é uma sensação incrível de alívio. Eu conseguir superar todas as minhas dificuldades. A sensação é de que posso tudo! A educação mudou minha vida, me tirou da miséria extrema", conta Cícero.

Arquivo pessoal Não há desculpa para não seguir os sonhos. É preciso focar naquilo que se quer. Não é uma questão de inteligência e sim de persistência. A educação mudou a minha vida e pode mudar a de qualquer pessoa Cícero Pereira Batista, 33, ex-catador que virou médico

O histórico familiar de Cícero é complicado: órfão de pai desde os três anos e com mãe alcoólatra, o médico tinha dez irmãos. Dois dos irmãos foram assassinados.
Quando tinha 5 anos, o menino pegava o que podia ser útil no lixo. Inclusive livros, apesar de não saber ler. Com o tempo, conta o ex-catador, eles foram servindo de inspiração. Ficava mais feliz quando encontrava títulos de biologia, ciências. Certa vez encontrou alguns volumes da Enciclopédia Barsa e "descobriu Pedro Álvares Cabral, a literatura, a geografia".


Cícero é o único da família que concluiu o ensino médio e a graduação. Para ele, a educação era a única saída: "Diante da minha situação social eu não tinha escolha. Era estudar ou estudar para conseguir sair da miséria extrema". Ele terminou o ensino fundamental na escola pública em 1997 -- na época as séries iam do 1º ao 8º ano. Entre 1998 e 2001, fez o ensino médio integrado com curso técnico em enfermagem.

Ajuda dos professores e colegas


"Quando eu fazia o ensino médio técnico eu morava em Taguatinga e estudava na Ceilândia. Não tinha dinheiro para o transporte e nem para a comida. Andava uns 20 km, 30 km a pé. Muitas vezes eu desmaiava de fome na sala de aula", explica.
Ao perceber as dificuldades do rapaz, professores e colegas começaram a organizar doações para Cícero de dinheiro, vale-transporte e mesmo comida. "Eu era orgulhoso e nem sempre queria aceitar, mas, devido à situação, não tinha jeito. Eu tinha muita vergonha, mas nunca deixei de estudar", conta.

Na época da faculdade, Cícero também recebeu abrigo de um amigo quando passou em medicina numa particular em 2006 em Araguari, a 391 km de Brasília. "Frequentava as aulas durante a semana em Minas e aos finais de semana vinha para Brasília para trabalhar. Era bem corrido", diz. Ele conseguiu segurar as contas por um ano e meio. "Eu ganhava cerca de RS 1.300 e pagava RS 1.400 [de mensalidade]. Até cheguei a pedir o Fies [Fundo de Financiamento Estudantil] por seis meses, mas no fim as contas foram apertando ainda mais e parei".

Arquivo pessoal A educação mudou minha vida, me tirou da miséria extrema Cícero Pereira Batista, 33, ex-catador que se formou em medicina

Ao voltar para Brasília decidiu fazer Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para conseguir uma bolsa do Prouni (Programa Universidade para Todos). Estudou por conta própria, fez a prova no final de 2007 e conseguiu uma bolsa integral em uma universidade particular de Paracatu (MG), a 237,7 km de Brasília. Foram mais seis meses -- e Cicero voltou a Brasília mais uma vez.

No ano seguinte, fez o Enem mais uma vez. Ele queria estudar mais perto de casa por causa do trabalho -- ele era técnico de enfermagem concursado -- e da família. Com sua nova nota do Enem, ele conseguiu uma vaga com bolsa integral na Faciplac (Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central), na unidade localizada na cidade satélite Gama, 34,6 km de Brasília.

"Tive que começar tudo zero novamente. Tive vontade de desistir na época. Poxa, já tinha feito um total de dois anos do curso de medicina, mas não consegui reaproveitar nenhuma matéria. Mas no fim deu certo", conta o médico que enfrentou os anos da faculdade também com a ajuda dos livros do projeto Açougue Cultural, uma iniciativa que empresta livros gratuitamente nas paradas de ônibus de Brasília.
Atualmente, Cícero é diretor clínico de um hospital municipal e trabalha em outros dois. O momento para ele agora é o de "capitalizar" [ganhar dinheiro] para melhorar de vida e ajudar a família. Cursar um doutorado fora do Brasil também está entre seus planos.
"Não há desculpa para seguir os sonhos. É preciso focar naquilo que se quer. Não é uma questão de inteligência e sim de persistência. A educação mudou a minha vida e pode mudar a de qualquer pessoa", conclui. Do UOLnia http://santacruznoticiasrn.blogspot.com.br/

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Polícia Ambiental de Caicó captura foragido da justiça

Foragido Joelison Fernandes da Silva (Gaguinho)
COPOM aciona a CIPAM para uma ocorrência envolvendo briga de galo no bairro Paulo VI, ao chegar no local foi constatada a veracidade da denúncia e nela encontravam-se 02 menores de idade e 01 FORAGIDO da Justiça daqui de Caicó, Joelison Fernandes da Silva conhecido por Gaguinho. O individuo também vai responder agora por crime ambiental baseado no Art. 32 da Lei 9605/98 (Praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos).

Parabéns a equipe da Policia Ambiental de Caicó/RN, que  mais uma vez demonstrou profissionalismo e competência!

Galo de briga foto-1

Galo de briga - foto 2
Fonte e fotos: http://policiaambientalcaico.blogspot.com.br/

terça-feira, 22 de julho de 2014

Prefeitura de Natal - RN lança concurso público com 596 vagas para Agentes de Saúde e Agentes de Combate às endemias. Remuneração de R$ 1.027,21

Entre os dias 4 de agosto de 2014 e 1º de setembro de 2014, a Prefeitura de Natal, Rio Grande do Norte, recebe as inscrições para o Concurso Público regido pelo edital nº. 001/2014, com 596 vagas distribuídas entre as funções de Agente Comunitário de Saúde (331) e de Agente de Combate às Endemias (265), considerando a reserva de 31 oportunidades para pessoas com necessidades especiais.
O vencimento devido aos aprovados é de R$ 1.027,21, correspondente ao regime de 40 horas semanais. Para tanto, os candidatos devem possuir formação de nível fundamental completo.
As inscrições devem ser efetuadas nos dias citados, pelo site da organizadora do certame,www.comperve.ufrn.br, mediante o preenchimento do formulário disponível na página, e recolhimento da taxa no valor de R$ 50,00.
Os inscritos serão submetidos à Prova Objetiva, prevista para ser aplicada em 21 de setembro de 2014, e a teste de Capacitação Física, sendo que o resultado final será válido por dois anos, podendo se prorrogado por igual período.
PCI via Concurseiros RN

Caicó: MPF denuncia queima em lixão e Justiça determina solução do problema

Lixão de Caicó é causa problemas ambientais há anos - (FOTO: Marcílio de Araújo - G1/RN)

    












O Ministério Público Federal (MPF) em Caicó acionou a Justiça diante do desrespeito da prefeitura local ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que previa a redução dos impactos ambientais provocados pelo “Lixão de Caicó”. O MPF constatou que os resíduos despejados no local continuam sendo queimados, gerando grande volume de fumaça que atinge uma cidade vizinha, São Fernando. O judiciário determinou 72 horas para o Município sanar a irregularidade.
O procurador da República Bruno Lamenha visitou o local na última quinta-feira (17) e confirmou as informações que havia recebido – através de imagens, denúncias e notícias – de que vem sendo realizada a queima de lixo a céu aberto no lixão, localizado na confluência dos rios Sabugi e Seridó, próximo à divisa com São Fernando. A irregularidade representa um risco à saúde dos moradores da cidade vizinha, cuja sede se encontra a apenas 18km de distância da zona urbana de Caicó.
A “fumaça tóxica” gerada da queima vem cobrindo boa parte do território de São Fernando. “Foi possível constatar, na observação in loco, que, de fato, o fogo tem sido utilizado largamente na área para a queima, a céu aberto, de resíduos sólidos, de maneira que o volume de fumaça identificado na área e a proximidade geográfica com o município de São Fernando dão suporte fático, à primeira vista, à notícia (de que a queima pode estar prejudicando as condições ambientais da cidade vizinha)”, aponta o representante do MPF.
Na visita ao local, o procurador observou um grande volume de material já queimado, além de labaredas visíveis a olho nu, concluindo que a queima têm sido utilizada de forma reiterada, “ou seja, há uma intencionalidade por trás do ilícito, não sendo razoável supor que se trata de focos isolados de incêndio”.
Decisão – O juiz da 9ª Vara Federal, Halisson Rêgo Bezerra, determinou que a Prefeitura de Caicó seja intimada a cessar com a irregularidade, no prazo de 72 horas. Ele aumentou a multa diária por descumprimento de R$ 200 para R$ 1 mil. Determinou ainda a aplicação de multa extra de R$ 1 mil a cada novo evento de queima de resíduos sólidos na área do “Lixão de Caicó”. O Município deverá comprovar a adoção de medidas juntando fotos ou vídeos que demonstrem a solução do problema.
O TAC assinado em 2 de setembro de 2009 obrigava a Prefeitura de Caicó a minimizar os impactos ambientais provocados pelo despejo de resíduos a céu aberto e, em um acordo firmado em novembro de 2012, o Município se comprometeu a “de imediato, eliminar focos de queimadas de lixo e fontes de geração de fumaça através, inclusive, do reforço da vigilância e da proibição de acesso daqueles catadores que forem flagrados gerando focos de fumaça”.
Outros TACs e acordos de teor semelhante foram assinados com diversas prefeituras da região do Seridó e a adoção das ações previstas vem sendo acompanhada pelo Ministério Público Federal.

Hoje é o último dia para participar da lista de espera do ProUni

Hoje (22) é o último dia para aderir à lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) na página do programa na internet. Pela lista, os candidatos que não foram selecionados poderão concorrer às bolsas não preenchidas nas chamadas regulares. Para participar, basta entrar na página pessoal com inscrição e senha do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013 e confirmar a opção.
Todos os candidatos participantes da lista de espera deverão comparecer, nos dias 29 ou 30 de julho, às respectivas entidades de ensino e entregar a documentação para comprovar os dados repassados no ato da inscrição.Podem integrar a lista para a primeira opção de curso, informada na hora da inscrição, aqueles que não foram selecionados em nenhuma das chamadas anteriores ou foram pré-selecionados na segunda opção de curso, mas  não foram formadas turmas.

Candidatos pré-selecionados na primeira opção de curso, mas que não foi formada turma, podem integrar a lista de espera para a segunda opção de curso feita na inscrição.
Via Blog de Gláucia Lima